A Caverna de Cristais: O Arqueiro e a Feiticeira


Autora: Helena Gomes

Editora Idea

Nota: 8,7

Queria começar dizendo que este livro não é um livro de fantasia, apesar de parecer devido ao cenário para o qual somos transportados logo no início. O mundo de Britanya possui elementos bem medievais como castelos, cavaleiros, nobres e reis – levemente influenciado pelas histórias do Rei Arthur. Também encontramos elementos da época feudal européia como a ignorância (no caso de Britanya, ler é proibido), a hierarquia e o poder da igreja.  Ele é o primeiro de uma trilogia em um mundo interessantíssimo que envolve muita história, magia e até mesmo muita tecnologia.

O livro é centrado na história do arqueiro Thomas, um garoto que os leitores acompanharão desde os sete anos de idade enquanto vive sob a tutela de andarilhos que o criaram após a morte de sua mãe, durante seu parto. De acordo com o que ele cresce, o tom do livro muda, mostrando-se mais interessante, misterioso e cheio de aventuras. Desde pequeno o garoto possui estranhas visões e sonhos proféticos, sendo então repudiado por todos com quem vive. Uma nova etapa na vida de Thomas começa ao ser enviado para um Monastério sob a tutela de irmão Michel e futuramente do Mestre Dines. Thomas aprende muito durante esse período, tornando-se um rapaz inteligente, ágil e forte. Ele aprende sobre as diferentes Eras do passado, inclusive a Era da Tecnologia que foi bem parecida com a nossa realidade atual.

Outras aventuras também fazem parte da vida de Thomas, como o período em que vive no castelo da nobre família de Durham. Novos personagens são introduzidos e a história de seu passado começa a ser revelada. Alguns personagens que valem a pena ser destacados são Hughes De Angelis e seu sobrinho, Vince De Angelis, a feiticeira Hannah, Mark De Durham e Erin De Durham. Ao decorrer das páginas, o leitor, juntamente com Thomas, descobre mais sobre a família do rapaz, que esta envolvida em uma complicada trama, central para a história.

Nada é o que parece ser na vida de Thomas. Mentiras, omissões e manipulações são sempre parte do seu presente e do seu passado.

O livro mantém uma estrutura infanto-juvenil, podendo ser apreciado por diversas idades. Alguns elementos da trama podem passar despercebidos para os leitores mais novos, no entanto, são estes que apimentam a leitura jovem e adulta. A autora explora diversos temas como vida em outros planetas, as atitudes ecologicamente erradas dos seres humanos na Terra e suas consequências, a ganância, os diversos tipos de amor, etc. Devido a essa estruturação infanto-juvenil, o leitor mais velho pode achar o relacionamento e o desenvolvimento dos personagens mal explorado ou até mesmo infantil. No entanto, nada consegue tirar o brilho da história e a atenção do leitor.

Anúncios

One Response to A Caverna de Cristais: O Arqueiro e a Feiticeira

  1. […] Comentário no Mensagens do Hiperespaço sobre ‘O arqueiro e a Feiticeira’ Resenha de ‘O arqueiro e a Feiticeira’ no Ficção Científica vs Realidade […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: